ligasfemininasNa Sessão de Diálogo de Alto Nível entre Mulheres Diplomáticas e as Ligas Femininas dos Partidos Políticos, promovido pela Academia Política da Mulher do IMD, em parceria com a Embaixada do Reino dos Países Baixos, abordou as perspectivas das Ligas Femininas sobre os desafios institucionais da representação política das mulheres e as experiências sobre a participação política da mulher, olhando para alguns países da Europa e África.


A Secretária-Geral da Organização da Mulher Moçambicana ﴾OMM﴿, Mariazinha Niquice, referiu-se aos programas elaborados e implementados pelo Partido FRELIMO visando o empoderamento da mulher e promoção da sua participação nos órgãos de tomada de decisão.


liga feminina frelimoNiquice disse, a título de exemplo, que a FRELIMO tem políticas de descriminação positiva da mulher e implementa a política de quotas para a ascensão aos cargos decisórios, sendo 35% para a mulher, 25% para a juventude e 10% para os combatentes.

Depois de afirmar que, em termos formais, a Constituição da República de Moçambique já determina um incentivo baseado no princípio da igualdade de género, a Secretária-Geral da OMM defendeu a necessidade de priorizar a escolarização da mulher jovem para que esta possa participar, de forma consciente, nos processos de empoderamento e da sua participação política nos órgãos decisórios.

Por seu turno, a Presidente da Liga Feminina do Partido RENAMO, Maria Inês Martins, disse que aquela formação política tem vindo, desde a sua génese, a lutar pela inclusão das mulheres nos órgãos decisórios, tendo apontado a existência de delegadas provinciais e distritais, bem como nos órgãos partidários nacionais. Martins, que é deputada da Assembleia da República pela Bancada Parlamentar da RENAMO, falou dos esforços daquele partido político da oposição em prol do empoderamento das mulheres e seu envolvimento nos órgãos de tomada de decisão, apesar da existência de exclusão nos órgãos públicos alegadamente motivada pela intolerância política.

liga feminina renamoA Presidente da Liga Feminina do Partido MDM, Judite Macuácua, afirmou que a problemática da participação política da mulher nos órgãos decisórios, visando o seu crescente empoderamento político é um assunto actual que preocupa o mundo inteiro.

Judite acrescentou que o Partido MDM preocupa-se com o envolvimento da mulher nos órgãos de tomada de decisão, sublinhando ser fundamental a promoção da solidariedade entre as mulheres.

 

liga feminina mdmA Presidente da Liga Feminina do Partido MDM defendeu a necessidade de produzir programas de alfabetização da mulher para permitir que esta tenha maior envolvimento nos de empoderamento político da mulher e participação nos órgãos decisórios.
O encontro contou ainda com intervenções das embaixadas do Reino dos Países Baixos, Finlândia, Suécia, Irlanda, Angola e África do Sul, que reconheceram os avanços de Moçambique no que diz respeito à participação da mulher e partilharam as experiências dos respectivos países.

Contacto

+258 843066565
Avenida Salvador Allende, Nrº 753

mapa

foreignaffairsfinlandnimddemofinlandidea footerosisa footerirish aid footeruniao europeiareino dos paises baixosembsuecia

Criação e implementação: DotCom