primeiro dia de trabalho etiopia em mocambiqueO Primeiro Vice-Presidente da Comissão Nacional de Eleições, António Chiopanga, considerou esta segunda-feira que a escolha de Moçambique pelos actores políticos e gestores de processos eleitorais da Etiópia para colher experiência surge pelo facto de o pais ter uma longa experiência de gestão e administração destes processos, o que tem provocado admiração não somente dos moçambicanos, mas também dos povos de outros países.


Chipaganga sublinhou que a Comissão Nacional de Eleições é um órgão do Estado da República de Moçambique que tem como função a gestão e administração do dos processos eleitorais em todo o território nacional que se relaciona com autarquias locais, assembleias províncias, dos deputados da assembleia da republica, bem como do presidente da Republica estas funções tem provocado interesses tanto dos moçambicanos mas também em especial aos povos estrangeiros. E nesse quadro de cooperação internacional, a Comissão Nacional de eleições veio a moçambique colher experiências da gestão eleitoral em Moçambique .


O interesse deles tem a ver com o facto de que Moçambique tem experiência já há longa data que a CNE tem vindo a desde 1977 ate 1986 que tem vindo a fazer eleições, a realizar monopartidárias e de 1994 ate a data tem vindo a gerir eleições multipartirias.

Contacto

+258 843066565
Avenida Salvador Allende, Nrº 753

mapa

foreignaffairsfinlandnimddemofinlandidea footerosisa footerirish aid footeruniao europeiareino dos paises baixosembsuecia

Criação e implementação: DotCom